Cuidados com o manuseio de combustíveis

Cuidados com o manuseio de combustíveis

Cuidados com o manuseio de combustíveis

A segurança é um quesito indispensável em todos os ramos de negócio para um bom andamento das atividades desempenhadas no dia a dia. Em locais onde há o manuseio de combustíveis, esse cuidado deve ser ainda maior. Nesse caso, é fundamental o cumprimento de determinadas normas de segurança para garantir o bom funcionamento do empreendimento. Por isso, existem várias determinações criadas para garantir a segurança das pessoas que têm contato direto com combustíveis.

NR 20: garantia de segurança

O primeiro ponto a ser analisado é a diferença entre inflamável e combustível. A NR 20 usa como base para classificação dos materiais o seu ponto de fulgor, que nada mais é que a menor temperatura na qual um combustível libera vapor em quantidade suficiente para formar uma mistura inflamável por uma fonte externa de calor. Sendo assim, é preciso que esses materiais sejam manuseados com cautela. Essa norma estabelece os requisitos mínimos para a gestão da saúde e segurança no trabalho contra os fatores de risco de acidentes provenientes das atividades de extração, produção, armazenagem, transferência, manuseio de inflamáveis e líquidos combustíveis. Se quiser saber mais sobre a NR 20 clique aqui.

A importância da utilização de EPIs

Pessoas que são submetidas ao contato direto com combustíveis podem ter consequências graves a sua saúde caso não sigam as determinações para o manuseio correto e seguro de combustíveis. Danos à pele, problemas respiratórios e riscos de queimaduras são algumas dessas consequências. Para a prevenção desse tipo de acidente, é imprescindível a utilização de EPIs e o fornecimento de treinamentos e informações adequadas. Uma medida de segurança imprescindível e obrigatória para o cumprimento da NR-6 (Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho e Emprego que trata do equipamento de proteção individual — EPI) e da NR-20 refere-se ao uso do equipamento de proteção individual e à distribuição dos equipamentos de segurança coletivos. Quanto aos EPIs, o posto deve disponibilizar e exigir que seus funcionários usem avental, macacão, luvas, creme protetor e botas, além de outros equipamentos que possam estar previstos no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional e nos Programas de Prevenção de Riscos Ambientais adotados pela empresa. Já os equipamentos de proteção coletiva são extintores de incêndio, kit de primeiros socorros e chuveiro lava-olhos, além das placas sinalizadoras de alerta e segurança: “é proibido fumar”, “desligue o celular”, “desligue o motor”, “inflamáveis”.

e-book

Alerte seus clientes

É fundamental que placas com indicação de que “é proibido fumar” e “é proibido o uso de celular” sejam disponibilizadas em locais visíveis para que todos, inclusive aqueles que desconhecem as normas de segurança para abastecimento de veículos, as visualizem e evitem acidentes como explosões ou incêndios. Além disso, a NR 20 também recomenda que os frentistas sejam treinados a orientar os consumidores quanto às normas de segurança, além de evitar a entrada e saída do veículo durante o abastecimento, manter o veículo desligado e não acender fósforos ou isqueiros. Mais do que seguir as normas de segurança você precisa procurar por uma empresa que ofereça segurança e qualidade nos seus equipamentos para armazenagem de combustíveis, assim como a Plamex. Acesse nosso site e solicite seu orçamento. Compartilhe conosco suas dúvidas e experiências com o manuseio de combustíveis.

 

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.




Posts mais vistos


  • E-book

    Baixe o e-book