Qual a importância do teste de estanqueidade?

Qual a importância do teste de estanqueidade?

Qual a importância do teste de estanqueidade?

Nos posts anteriores, destacamos o cuidado que se deve ter quando se trabalha com a armazenagem de combustíveis. Modos para prevenir acidentes e como proceder quando ocorre algum tipo de vazamento. Qualquer ação que antecipe o contato do solo ou de aquíferos com o combustível derivado do petróleo pode causar danos a todo o ecossistema atingido, inclusive à população que está próxima ao local. Além de todos os sistemas de controle de vazamentos disponíveis em tanques, é importante ficar atento a procedimentos periódicos, como manutenções e testes. Com o intuito de detectar possíveis falhas na estrutura no tanque, o teste de estanqueidade pode fazer com que possíveis acidentes sejam evitados. Por isso, neste post vamos explicar como esse procedimento funciona.

O que é o teste de estanqueidade

O teste de estanqueidade é realizado por instaladores de tanque no sistema de abastecimento subterrâneo e detecta possíveis sinais de corrosão ou desgaste dos tanques. É um procedimento necessário para liberação da renovação da licença de operação de um posto de combustíveis, pois também identifica vazamentos e problemas nos dispositivos de sucção e respiro. Os laudos atuais do teste de estanqueidade nos Sistemas de Armazenamento Subterrâneo de Combustíveis (SASC) devem conter detalhes sobre as condições dos equipamentos, incluindo avaliação da parte com combustível e da parte sem combustível. Tubulações e conexões também são avaliados durante o procedimento. O objetivo é garantir que o líquido armazenado não tenha contato com o meio ambiente.

Quando fazer o teste

A NBR 13784, estipulada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), normatiza a forma como são efetuados os ensaios. A resolução CONAMA 273 prevê a realização de exames periódicos nas instalações e estruturas. A resolução do órgão estabelece diretrizes para o licenciamento ambiental de postos de combustíveis e serviços e dispõe sobre a prevenção e controle da poluição. Além disso, há legislações estaduais e municipais que abrangem o teste de estanqueidade para postos de combustíveis. Na maioria dos casos, ele é solicitado a cada 12 meses para tanques instalados há mais de 10 anos e a cada 24 meses para equipamentos instalados há menos de 10 anos.

e-book

Qual a importância deste procedimento

Todas essas medidas se somam a outras que tratam do impacto ambiental em revendas de álcool, gasolina e outros derivados de petróleo. Qualquer pequeno vazamento, por menor que seja, pode causar graves problemas ao entorno, podendo até mesmo prejudicar o lençol freático. Vale ressaltar que, para o empresário, os prejuízos vão desde a perda de produtos e multas, além da reparação do solo contaminado no entorno do posto. Há casos em que até mesmo a população vizinha ao empreendimento é atingida e precisa ser indenizada. Por isso, é fundamental para o seu negócio uma solução confiável para assegurar os resultados mais seguros. Sendo assim, escolha a Plamex para soluções em armazenagem de combustíveis. Faça seu orçamento e opte por segurança e profissionalismo.

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.




Posts mais vistos


  • E-book

    Baixe o e-book