Regras para garantir a segurança do frentista

Regras para garantir a segurança do frentista

Regras para garantir a segurança do frentista

Todo bom empreendedor pensa na qualidade dos serviços que oferece e para que haja excelência, é preciso que seus funcionários estejam trabalhando de forma adequada e segura, ainda mais quando falamos de postos de combustíveis, aonde os frentistas têm contato direto com substâncias inflamáveis.
A NR 20, norma regulamentadora do Ministério do Trabalho e Previdência Social, fala sobre a segurança e saúde no trabalho com inflamáveis e combustíveis e é majoritariamente dela que vamos tratar neste artigo.

O treinamento é imprescindível

O treinamento está previsto como parte obrigatória da NR 20, afinal, para que o profissional possa exercer seu trabalho de maneira correta e esteja preparado para lidar com situações de emergência, é preciso muito preparo técnico.

Além disso, é importante que o responsável pelo estabelecimento nunca deixe de relembrar as regras e informações que foram trabalhadas durante os treinamentos para que elas não sejam desprezadas nem esquecidas.

Conheça os riscos

Estudar os riscos que permeiam um estabelecimento como um posto de gasolina é ter a fórmula para evitá-los, (e eles são muitos).
Existem possibilidades de intoxicação por inalação, cegueira e até dependência narcótica dos odores decorrentes dos combustíveis.

EPC’s e EPI’s

Os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC) e os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) são a solução para os tais riscos, são eles que garantem a segurança dos frentistas e até dos próprios clientes.
Dentre os principais EPC’s estão:

– Kit de primeiros socorros
– Extintores de incêndio
– Chuveiro lava-olhos
– Placas sinalizadoras

Já os EPI’s, como o próprio nome já indica, são equipamentos de uso individual como:

– Botas de borracha
– Máscara respiratória
– Luvas e avental de PVC
– Calçado de segurança
– Macacão de algodão ou brim
– Óculos de segurança

A descarga de combustível

Todo cuidado do mundo é pouco quando falamos sobre descarga de combustíveis, pois trata-se de um das operações mais delicadas dentro do posto.
A área deve ser isolada e bem sinalizada para que o caminhão tanque possa realizar suas manobras, os equipamentos de proteção devem estar em dia para que não ocorram imprevistos, bem como a checagem da mangueira de transferência.

Assegurar estas medidas é assegurar a vida do frentista e dos demais frequentadores do posto.
Gostou do artigo?
Deixe sua opinião!

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.




Posts mais vistos


  • E-book

    Baixe o e-book